Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O blog do Fi

um português em Berlim

O blog do Fi

um português em Berlim

Serviço Voluntário em Itália: ida sem regresso?

Filipe B., 03.04.16
Sempre em viagem com outros voluntários. Em Nápoles, em Forlì (minha cidade), depois Pompeia e... Roma!

Agora que vim passar algum tempo a Portugal, há uma questão que toda a gente me coloca: "Gostavas de ficar em Itália?" 

Escrevo este texto num momento em que era suposto já ter regressado a Itália. Mas por motivos familiares acabei por ficar mais tempo em Portugal. Isto não era esperado. E assim respondo facilmente à vossa questão. É como diz uma música italiana: "A minha barca segue o vento e não a rota".

Sempre foi assim. Sempre será. 

Mas eu percebo o medo nos olhos de quem faz essa pergunta. Será que eu seria capaz de ficar a viver em Itália caso surgisse uma outra oportunidade para isso?

E a verdade é que sim. Eu apaixonei-me por Itália. Cidades como Firenze e Napoli seriam motivos mais do que suficientes para me prenderem nesse país.

Mas eu não sou muito de fazer planos a longo prazo. Nem de ficar muito tempo no mesmo sítio. Hoje pode apetecer-me isto e amanhã apetecer-me aquilo. Faltam 4 meses para terminar o meu projecto de voluntariado. Não é muito tempo, mas é mais do que suficiente para mudar muita coisa. E... depois se vê.

Eu até posso voltar para Portugal e depois fugir para outro país que não seja Itália. Eu sou meio ambulante mesmo... e a minha família e amigos já sabem disso. :D 

Tentando ser mais directo. A minha ida para Itália não é uma andata senza ritorno (ida sem regresso). Eu volto sempre. Por quanto tempo? Não sei.